Pesquisar

En Es

Viva, Invista e Empreenda.. no Corredor Azul

Logo-corredor-azul
Arraiolos Borba Elvas Estremoz Evora Montemor-o-novo Santiago-do-cacem Sines Vendas-novas Vila-vicosa

Viver

Visão geral

Os territórios do Corredor Azul proporcionam a quem nele reside e trabalha um estilo de vida que pode caracterizar-se por um modelo de “smart life”, capitalizando:

  • A relação identitária do tempo com a paisagem;
  • A modernidade e contemporaneidade de novos atributos da qualidade de vida.

Territórios em que o tempo se encontra com a qualidade de vida e nos quais os lemas da imagem comunicacional do Alentejo a nível internacional

Time is everything

Le temps est trouvé

Encontram uma expressão diferenciada e complementar.

Territórios em que é possível fazer conviver a animação e excelência das amenidades urbanas com a excelência da ruralidade e da paisagem.

Territórios que se completam nas suas especificidades:

  • A coerência das pequenas aglomerações urbanas de Arraiolos, Borba, Montemor-o-Novo e Vila Viçosa tão expressivas da ruralidade alentejana
    Tudo tão próximo, tudo tão fácil. As ruas como espaço de vida, as casas com alma alentejana, espaços abertos, tempo para desfrutar da paisagem, da casa, da família. A possibilidade de conviver com o ritmo da natureza e com os seus ciclos e com o valor do património.
  • A mistura da vida urbana com a proximidade à vastidão do campo e aos grandes nós de ligação à aglomeração metropolitana de Lisboa de Santiago do Cacém e Vendas NovasA grande capacidade de acolhimento de investimento empresarial e a proximidade às grandes zonas industriais e logísticas de Sines, do Poceirão, de Setúbal e Pinhal Novo sem suportar os custos da concentração. Proximidade a territórios ambientalmente atrativos. O mercado e o comércio de Santiago do Cacém.
  • A animação e contemporaneidade da vida urbana de Évora, Elvas, Estremoz e Sines
    A dimensão mais cosmopolita do Alentejo. A contemporaneidade de um novo estilo de vida. Cultura e património. A dinâmica dos eventos culturais. A proximidade a Espanha e a vivacidade do transfronteiriço. Comércio e cidades com história nas pedras da rua. Massas críticas de emprego. As feiras de Estremoz.